Laboratórios e ambientes que se destinam a realizar experimentos científicos com animais são conhecidos como biotérios, muito comuns e empregados dentro dos estudos e pesquisas biológicas.


Devido a natureza dos processos que ocorrem dentro dos biotérios, assim como laboratórios, hospitais e clínicas, estes também comportam altos riscos de contaminações e acidentes biológicos. Os riscos biológicos em biotérios são incididos pelos agentes infecciosos inerentes aos animais responsáveis pelo desenvolvimento de inúmeras doenças, infecciosas a seres humanos. Por vezes, a ausência de medidas de biossegurança podem ser letais para os envolvidos, tamanho os riscos da atividade biológica experimental.


As técnicas de biossegurança em biotérios envolvem a aplicação de determinados sistemas específicos de filtragem, que garantem a insalubridade do ambiente de trabalho e, consequentemente, a saúde dos indivíduos. Este tipo de biossegurança é exigida por lei, devendo ser seguida, principalmente, como uma atitude cidadã. Para mais informações sobre como aplicar biossegurança em biotérios, entre em contato com a BioSafe.